Posts Tagged ‘Setzer Wolf’

Papervision MovieMaterial

maio 4, 2009

moviematerial

Clique na imagem para testar

Olá pessoal , para dar continuidade ao nosso estudo sobre papervision, hoje vamos falar sobre mais um tipo de material que podemos utilizar nos nosso objetos primitivos a textura MovieMaterial. Antes de começamos a falar sobre esse material vamos falar sobre um problema que ocorria com a classe MovieAssetMaterial.

Quando aprendemos sobre MovieAssetMaterial, passávamos uma string como parâmetro e importávamos de nossa biblioteca um movieclip onde o valor da propriedade linkage era igual da string referida. Mas a classe MovieAssetMaterial não aceita importar um movieclip que tenha come base uma classe que necessite de um parâmetro.

A classe MovieMaterial utiliza como parâmetro a instanciação de um movielip ao invés de uma string referindo sua propriedade linkage, com isso seu movieclip padrão não necessariamente precisa estar na bibliote, você pode trabalhar com um movieclip já instanciado, assim você pode utilizar o método gotoAndStop para indicar outro frame antes de ter instanciado ele como material..Outra vantagem é a possibilidade de utilizar um movieclip da biblioteca que tenha como base uma classe que exija parâmetro.

Construtor

Para criarmos um MovieMaterial devemos instanciar um objeto do tipo MovieMaterial.
Nosso único parâmetro obrigatório é um do tipo DisplayObject que é a referencia de nossa textura.

var  material:MovieMaterial =  new MovieMaterial(movieAsset);

movieAsset (DisplayObject): Referencia de um movieclip existente carregado na memória ou no stage.
Transparent (Boolean): Define se a textura possuirá transparência. [opcional]
Animated (Boolean): Define se o movieclip sera animado [opcional]

Tutorial

Neste tutorial eu quis brincar um pouco e mais uma vez dou uma demonstração de tile system com papervison, mas desta vez vamos ter uma classe que se comportará como movieclip aonde receberá como parâmetro um número que definirá qual vetor vai utilizar para criar o cenário, depois utilizaremos como material nosso cenário, A parte relacionada a papervision não terá mistério nenhum pois estarei usando a estrutura do tutorial anterior relacionado a materiais.

Arquivos

Neste tutorial trabalharemos com os seguintes arquivos:
1- MovieMaterial.fla
2- main.as
3- faceField.as: Classe que criará um cenário tile system para se comportar como material

MovieMaterial.fla:

obtile

1- faceField: Movieclip
2- obTile:MovieClip
3- main (definir como classe principal)

obs: para criar um movirclip vazio basta segurar ctrl + F8.

faceField.as

Esta classe não existe mistério nenhum, seu construtor recebe um numero como parâmetro e se for 1 desenha o vetor map1 e se for outro desenha o vetor map2. Em seguida percorre a seqüência de loops para desenhar o tile.

package
{
    import flash.display.MvieClip;
    public class faceField extends MovieClip
    {
        public var map1:Array = [
        [1,1,1,1,1,1,1,1,1,1,1],
        [1,0,0,0,0,0,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,1,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,1,1,1,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,0,0,0,0,0,1],
        [1,1,1,1,1,1,1,1,1,1,1],
        ];
        public var map2:Array = [
        [1,1,1,1,1,1,1,1,1,1,1],
        [1,0,0,0,0,0,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,1,1,1,0,0,0,1],
        [1,0,0,1,0,0,0,1,0,0,1],
        [1,0,0,1,0,0,0,1,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,0,1,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,1,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,0,1,0,0,0,0,0,1],
        [1,0,0,1,1,1,1,1,0,0,1],
        [1,0,0,0,0,0,0,0,0,0,1],
        [1,1,1,1,1,1,1,1,1,1,1],
        ];
        public function faceField (n:Number)
        {
            for (var j =0; j<11; j++)
            {
                for (var i=0; i<11; i++)
                {
                    var t:MovieClip = new obTile();
                    addChild (t);
                    t.x = i * 20;
                    t.y = j * 20;
                    if (n==1)
                    {
                        t.gotoAndStop(map1[j][i]+1);
                    }
                    else
                    {
                        t.gotoAndStop(map2[j][i]+1);
                    }
                }
            }
        }
    }
 }

main.as

Nossa classe principal não possui nenhum mistério, utilizamos a estrutura do tutorial papervision materiais.

Utilizamos apenas MovieMaterial para formação das faces do cubo, com a diferença apenas na maneira de que são chamadas desta apenas uma fogem do padrão.

    skinTile1.gotoAndStop(1);
    skinTile2.gotoAndStop(2);
    faceMovTile1 =  new MovieMaterial(skinTile1);
    faceMovTile2 =  new MovieMaterial(skinTile2);

Apesar dos objetos terem sidos criados no começo da classe só neste ponto que instanciamos os objetos para se portar como material, desta maneira garante que os moviesclips vão estar em seus respectivos frames antes de instanciarmos os materiais.

package
{
    //flash
    import flash.display.Sprite;
    import flash.display.MovieClip;
    import flash.events.Event;
    //papervision
    import org.papervision3d.scenes.Scene3D;
    import org.papervision3d.view.Viewport3D;
    import org.papervision3d.cameras.Camera3D;
    import org.papervision3d.render.BasicRenderEngine;
    //Material
    import org.papervision3d.materials.utils.MaterialsList;
    import org.papervision3d.materials.MovieMaterial;
    // objeto
    import org.papervision3d.objects.primitives.Cube;
    public class main extends Sprite
    {
        public var cena:Scene3D;
        public var viewport:Viewport3D;
        public var camera:Camera3D;
        public var renderer:BasicRenderEngine;
        //Material
        public var skinMaterial1:MovieClip = new faceField(1);
        public var faceMov1:MovieMaterial = new MovieMaterial(skinMaterial1);
        public var skinMaterial2:MovieClip = new faceField(2);
        public var faceMov2:MovieMaterial = new MovieMaterial(skinMaterial2);
        public var skinTile1:MovieClip = new obTile();
        public var skinTile2:MovieClip = new obTile();
        public var faceMovTile1:MovieMaterial;
        public var faceMovTile2:MovieMaterial;
        //objetos Primitivos
        public var obCube:Cube;
        public function main ()
        {
            Set ();
            Objetos ();
        }
        public function Set ():void
        {
            viewport = new Viewport3D(400,300,true,false,true,true);
            addChild (viewport);
            cena = new Scene3D ;
            renderer = new BasicRenderEngine ;
            camera = new Camera3D ;
            camera.focus = 600;
            camera.zoom = 1;
        }
        public function Objetos ():void
        {
            skinTile1.gotoAndStop(1);
            skinTile2.gotoAndStop(2);
            faceMovTile1 =  new MovieMaterial(skinTile1);
            faceMovTile2 =  new MovieMaterial(skinTile2);
            //Cube
            obCube = new Cube(
                new MaterialsList(
                {front: faceMov1,
                 back: faceMov1,
                 left: faceMovTile1,
                 right: faceMovTile2,
                 top: faceMov2,
                 bottom: faceMov2}
                )
            ,220,220,220,1,1,1);
            cena.addChild (obCube);
            addEventListener (Event.ENTER_FRAME,Loop,false, 0, true);
        }
        public function Loop (e:Event):void
        {
            obCube.yaw (-4);
            obCube.pitch (-2);
            renderer.renderScene (cena,camera,viewport);
        }
    }
}

Espero que tenham gostado do tutorial, apesar de MovieMaterial ser uma textura bem útil não devemos esquecer das outras texturas, é sempre bom usar a textura certa para cada momento assim deixa o programa mais leve. Ao que parece vocês já devem estar enjoados de exemplos com cubo, por isso tentarei mudar um pouco de objeto para o próximo tutorial, estou dando uma olhada em coisas interessantes com o objeto “Plane” quem sabe ele não vira tema do nosso próximo tutorial de papervision. Obrigado pela visita e volte sempre.

The World Ends With You

abril 23, 2008

The World Ends With You

konnichiwa mina-san! Pela primeira vez desde que montei um blog que deveria ser de “GAMES” estou postando sobre um game que não é meu^^.

The World End With You trata-se do mais novo projeto da squareenix, Imagine que você acorda em uma bela manhã e descobre que se não cumprir missões você será apagado (literalmente) da face da terra. O ambiente do game é Shibuya a cidade da moda (Japão, Nihon para os intimos do idioma), e os vilões são Reapers e monstros tatuados^^, O sistema do game seREAPERS baseaia em combates no estilo Kingdom hearts advance com varios combos e você para fazer certas magias tem que desenhar pixações em seu nintendo DS (no seu mesmo pq eu ainda non tenho um T_T). Esse game provavelmente fará um grande sucesso com a massa, sk8tists, grafiteiros, otakus, sem contar a grande interação entre tekas que esse game terá. Se quizerem saber mais sobre esse incrivel game aqui vai o site oficial The World Ends With You

bem aqui vai algumas Screens do game (Eu roubei essas imagens do google imagens se essas imagens pertencia ao seu site espero que não fique chateado^^)

  • A INOVAÇÂO

A Squereenix nossa de cada dia armou um incrivel concurso juntamente com a comunidade deviantart, onde permitiam aos usuarios criarem herois, inimigos e monstros para serem usado como material de divulção para esse fabuloso game. Onde o ganhador ganharia a oportunidade de ter seu trabalho divulgado junto a comerciais desse game entre outras coisas. Apesar de ter tido acesso a essa inforção 1 dia antes de terminarem as inscrições para o concurso, eu consegui inscrever 2 desenhos meus para tentar o posto de heroi nesse game. Como o game se passa em Shibuya a cidade da moda os desenhistas tinham uma certa liberade para a criação. Deixa de papo e vou mostrar os desnhos que eu postei para concorrer.

Espero que a squereenix gostem seria maneiro ter meu auto retrato (Setzer Wolf) como personagem de um game (Apesar que eu ja fiz isso^^) bem pessoal até a proxima, CYA, Matamitene